Meu carrinho0 R$ 0

Resumo do carrinho

    Total (valor sem frete): R$ 0,00
    Ir para o carrinho
    11/06/2019

    O que é Berloque?

    O Que é um Berloque?

     

    Não é novidade que os seres humanos, especialmente as mulheres, gostam de se enfeitar. Não importa a cultura, o país ou a época, os acessórios sempre fizeram parte da nossa história. E os berloques são acessórios mais antigos do que podemos imaginar! Mas afinal, você sabe o que são berloques?

     

    Os Berloques, também conhecidos como “charms” em inglês, são acessórios (complementos) que geralmente carregam apego pessoal ou sentimental do dono.

     

    Um berloque é um pequeno enfeite normalmente pendurado em uma pulseira ou corrente. Hoje em dia, os modelos mais tradicionais de berloques são joias feitas em Prata de Lei por joalherias de todo o mundo.

     

    Em geral eles são classificados em dois tipos: os berloques que são pingentes, que são aqueles que têm uma argolinha para enfiar na pulseira, e os que já são fabricados para que se encaixem diretamente na pulseira. Há, ainda, berloques que possuem ganchos que se fixam nos elos das pulseiras ou colares.

        

    Muitas pessoas conhecem essas pulseiras como “Pulseiras da Vida”, por conterem berloques ou pingentes que representam momentos marcantes na vida de quem usa. Isso demonstra que as joias pessoais continuam tendo grande importância e significado.

     

    Por sua vez, as pulseiras evoluíram muito em termos de modelos, materiais e acabamentos ao longo dos anos. Há diversos modelos feitos em materiais que vão desde prata de lei até couro. Há tantos modelos de pulseira que falaremos mais sobre elas em outro post dedicado a isso!

     

    As Pulseiras e Berloques dos anos 60 e 70 tinham características um pouco diferentes das que conhecemos hoje, pois os Berloques eram fixados em uma corrente por argolas e ganchos e ficavam pendentes na pulseira. Nessa época eles eram um presente chique, dado em ocasiões especiais como o baile de 15 anos e formatura. Outra mudança importante ao longo dos anos, é que a maioria dos berloques era feita de Ouro.

    Foi nessa época, com certeza, que se difundiu a ideia de que com um berloque você pode eternizar um momento marcante da vida de quem usa.

     

    É impressionante como alguns objetos possuem tantas emoções, tantos sentimentos e significados, que guardamos e cuidamos uma vida inteira e podemos passar de uma geração para a outra. Com os Berloques não seria diferente, pois são joias que representam momentos de nossas vidas.

     

    Hoje existem berloques com os temas mais variados e criativos possíveis, como berloques de cachorro, berloques de proteção e sorte, de profissão e muitos mais. Com eles é possível fazer diversos tipos de combinações, mostrar sua personalidade e cada pulseira passa a ter um significado especial. Já imaginou viajar para Paris e ter um berloque de Torre Eiffel para eternizar a viagem para sempre na pulseira?

     

    Dada a grande variedade de materiais, acabamentos e desenhos das inúmeras coleções disponíveis hoje em dia, como berloques esmaltados e com apliques de pedras e ainda a facilidade de combinar tudo isso, as pulseiras de berloques possuem ainda outra característica importante: podem servir para representar desejos e vontades passageiras, como encher a pulseira com a cor que representa o seu humor no dia... Incrível que um acessório possa falar tanto sobre você, não é?!

     

     

    Um pouco de história

     

    O uso de berloques pode ter começado como uma forma de amuleto ou talismã para afastar os maus espíritos ou a má sorte.

     

    Durante o período pré-histórico, os berloques de enfeites seriam feitos de conchas, ossos de animais e argila. Posteriormente os amuletos eram feitos de pedras preciosas, pedras e madeira.

     

    Por exemplo, há evidências da África de que as conchas foram usadas para adornos em torno de 75.000 anos atrás. No antigo Egito foi onde os berloques começaram a ter uma cara mais parecida com a ideia que vemos hoje e eram usados ​​para identificação e como símbolos de fé e sorte.

     

    Durante o Império Romano, os cristãos usavam pequenos peixes escondidos em suas roupas para se identificarem com outros cristãos. Na mesma época, estudiosos judeus escreviam as passagens da lei judaica em tamanho minúsculo e as colocavam em amuletos em volta de seus pescoços para manter a lei perto de seu coração em todos os momentos. Cavaleiros medievais usavam amuletos para proteção em batalha.

     

    Pulseiras de berloques tem sido objeto de várias ondas de tendências. As primeiras pulseiras de berloques foram usadas pelos assírios, babilônios, persas e hititas e começaram a aparecer de 600 a 400 A.C.

     

    Alguns séculos mais para frente, a rainha Vitória do Reino Unido usava pulseiras que iniciaram uma moda entre as classes nobres europeias. Ela foi fundamental para a popularidade das pulseiras de berloques na época, pois ela amava usar e dar como presente.

    Uma das pulseiras da rainha Vitória foi um presente especial de seu marido o príncipe Alberto, três dias após o nascimento de sua amada filha, Vicky. A pulseira possuía um medalhão de coração esmaltado contendo uma mechinha do cabelo da princesa. Bem romântico, não é?

     

     

     

    Curiosidades: Uma pulseira de “charm” de Prata

     

    1. Em 1889, a Tiffany and Co. lançou sua primeira pulseira com um charm - uma pulseira de elo com um único coração pendurado nela. Uma pulseira que é um símbolo icônico da Tiffany até hoje.

     

    1. Apesar da Grande Depressão, durante as décadas de 1920 e 1930, platina e diamantes foram introduzidos na fabricação de pulseiras de berloques.

     

    1. Em 2002 a cantora Mariah Carey lançou um álbum chamado “Charmbracelet”. Por que você acha que ela escolheu esse título? A gente acredita que assim como numa pulseira de charms, a Mariah quis que o álbum fosse uma coleção incrível de momentos, lembranças e composições especiais, cada uma com um significado.

     

    Produtos visitados